Avançar para o conteúdo principal

Concurso de Fotografia AMI - Olhar a cidadania Activa - Voluntariado

Concurso de Fotografia “Olhar a Cidadania Activa – Voluntariado”


Concurso de Fotografia “Olhar a Cidadania Activa – Voluntariado”
Regulamento do Concurso



1.Tema
“Olhar a Cidadania Activa – Voluntariado”


2.Objectivo
O principal objectivo deste concurso consiste, através de divulgação junto do público em geral de diferentes olhares relacionados com a Cidadania Activa, promover o Ano Europeu do Voluntariado.


3.Destinatários


3.1. O concurso está aberto a profissionais e amadores.


3.2. Nenhum funcionário da Fundação AMI poderá participar no concurso.


4.Inscrição
Cada concorrente pode participar com o máximo de 2 fotografias e a inscrição é gratuita. As fotografias apresentadas devem ser inéditas. As imagens devem ser originais. Os participantes deverão incluir com a inscrição uma cópia assinada e digitalizada (no caso do envio por e-mail) do presente Regulamento como prova de conhecimento e aceitação do mesmo. Com a sua assinatura, declaram que são autores das obras que apresentam, que estas são inéditas. Para efeitos deste Concurso deve entender-se por:


4.1.Fotografia Inédita –  que não foi previamente divulgada de nenhum modo, nem sequer através de páginas Web privadas ou fórmulas semelhantes.


5.Especificações técnicas


5.1. Não existe qualquer critério relativamente à cor e ao tipo de máquina.


5.2. A fotografia deverá ser enviada num formato de alta resolução (300 dpis).


6.Entrega de Trabalhos


6.1. As fotos, assim como os restantes documentos, deverão ser enviados através do endereço electrónico comunicacao@ami.org.pt  ou em cd para a Rua José do Patrocínio 49, 1959-003 Lisboa. O envio deve ser acompanhado do nome do participante e respectivo contacto telefónico.


7.Datas e Prazos


7.1.O prazo para a recepção das fotos inicia-se às 00h00 do dia 31 de Maio e termina às 00h00 do dia 1 de Julho.


7.1. De dia 11 a 15 de Julho decorrerá a votação online na página de Facebook da AMI.


7.2.A data de revelação do Vencedor do Concurso será a 18 de Julho de 2011 na página de Facebook da Fundação AMI em www.facebook.com/amifundacao.


8.Direitos de propriedade intelectual


8.1.Todos os concorrentes, deverão ceder à Fundação AMI os direitos sobre a criação das fotografias, para reprodução da mesma nos órgãos de comunicação social, programas, bilhetes e cartazes e outros documentos considerados pertinentes para a organização.


8.2.Juntamente com o regulamento assinado, deverá ser enviada a declaração de cedência dos direitos de autor à Fundação AMI.


8.3.Sempre que a fotografia for utilizada, será mencionado o seu autor.


9.Votação


9.1. Será feita uma pré-selecção de todas as fotografias enviadas. Serão escolhidas apenas dez, que serão publicadas no Facebook. Desta selecção, serão escolhidas duas vencedoras. Uma pelo Júri  e outra através de votação online.


9.2.O júri reserva-se o direito de não atribuir qualquer prémio.


9.3.A decisão do júri é irrevogável.


10.Prémios
As fotos vencedoras serão divulgadas na Revista “AMI NOTÍCIAS”, distribuída como encarte da Revista “Visão”.


11.Contactos
O esclarecimento de qualquer dúvida sobre o concurso, poderá ser feito através do e-mail: comunicacao@ami.org.pt ou pelo telefone 21 836 21 00.
              

Mensagens populares deste blogue

Oil and gas in Portugal? No!

Não, não  consigo imaginar o que acontecerá depois do inicio da exploração de hidrocarbonetos na costa de Portugal... o que acontecerá à flora, à fauna  e ao meu coração português!
Fotografia tirada por mim em Aljezur

Não seja mero espectador

Envelhecimento da população pode pôr em causa as dádivas de sangue (Fonte: SIC notícias)


Do que está à espera? Não seja um mero espectador! Quem se vê numa situação de necessidade sabe a importância do que estou a falar. Não custa nada... é tão fácil!  Dirija-se ao serviço de sangue do hospital da sua zona de residência.

Fotografia tirada por mim no palco do Teatro Lethes em Faro


Mira

Olhe para além do horizonte...

o que para si é dado como garantido pode não ser para qualquer outro cidadão...

O valor de estar seguro?
De ter cuidados de saúde?
De ter a acesso à educação?
De ter liberdade para dizer o que pensa?

....olhe ... olhe bem...

participe, doe, faça...

seja ativo e não se conforme com a injustiça...

Sinta-se O cidadão isento, com visão genuína, transparente e transversal. Estabeleça prioridades, saiba perder...Seja  verdadeiramente feliz!

Fotografia tirada por mim em Aljezur