Avançar para o conteúdo principal

Cidadão apaixonado

Não tenho nada contra o dia de S. Valentim, e sou mulher de unha e carne, pelo que também tenho sensaçoes e pensamentos bastante quentes e apaixonantes dignos de qualquer dia 14 de fevereiro, contudo levanto a questão: será que o cidadão apaixonado não estará a ser traído pelo espirito consumista e pela superficialidade e volatilidade do momento?

O cidadão apaixonado deve falar olhos nos olhos,
 deve seduzir e ser seduzido por palavras e atos de carinho gratuitos.

Tem o dever da ousadia e o desafio de não se deixar ficar carente!

O cidadão apaixonado toca no coração de quem ama com um silencio de olhar!
Nenhuma festividade poderá em tempo algum dar relevo ao seu sentimento num apenas só dia.

A legislação é bem clara, quem o diz sou eu...em todos os artigos e alineas são feitas referências à necessidade da partilha ser diária, o amor ser sincero, o sorriso ser maroto, mas genuino e a entrega não ser sujeita a qualquer troca!

Nota:  felizes dias a todos os cidadãos apaixonados!




Mensagens populares deste blogue

Volta do Ano Europeu do Cidadão no Alentejo Central e Litoral

Open Day da Cidadania no Alentejo Central e Litoral

"Volta do Ano Europeu do Cidadão"


É já no dia 3 dezembro de 2013 na Universidade de Évora
 Veja mais em http://www.google.pt/url?sa=t&rct=j&q=&esrc=s&frm=1&source=web&cd=36&ved=0CFUQFjAFOB4&url=http%3A%2F%2Fsiiue.uevora.pt%2Ffiles%2Fanexo_informacao%2F89550&ei=bpaSUqCTBoay7Aa5g4GQDg&usg=AFQjCNGXhoWhWFu3U20LmllNoeiO9Mramg&sig2=kNCS_2JSrmcQbVDiSiy29Q

A importância da multiplicação e divisão na Matemática

Não tanto devido à minha formação em gerontologia social, mas porque o trabalho destes colegas merece ser partilhado pelo mérito e excelência no papel que têm tido no quebrar de preconceitos e diminuição de tabus em relação aos mais velhos de nós, aqui vai foto editada por #portugueselily com muito muito orgulho! Parabéns pela extraordinária capacidade na inclusão de quem infelizmente,  pela sua natural  vulnerabilidade...é excluido.