Avançar para o conteúdo principal

DIA INTERNACIONAL DOS DIREITOS HUMANOS


As principais conquistas das últimas duas décadas em matéria de direitos do homem vão ser recordadas pelas Nações Unidas, esta terça-feira, 10 de dezembro, data em que se assinala o Dia Internacional dos Direitos Humanos. A celebração destina-se a honrar o dia em que a Assembleia Geral da ONU proclamou, em 1948, a Declaração Universal dos Direitos do Homem.

Na ocasião, o acordo foi assinado por 58 Estados com o objetivo promover a paz e a preservação da humanidade após os conflitos da Segunda Guerra Mundial, que vitimaram milhões de pessoas. Este ano, as Nações Unidas escolheram assinalar a data sob o lema «20 anos a trabalhar pelos seus direitos».

O ponto alto das comemorações vive-se em Nova Iorque, na sede da ONU, com a atribuição de prémios a cinco ativistas e um instituição, ligados à defesa dos direitos humanos. Os distinguidos serão Biram Dah Abeid, da Mauritânia, Hiljmnijeta Apuk, do Kosovo, Liisa Kauppinen, da Finlândia, Khadija Ryadi, de Marrocos, e à jovem paquistanesa Malala Yousafzai, bem como ao Supremo Tribunal de Justiça do México.

Mensagens populares deste blogue

Oil and gas in Portugal? No!

Não, não  consigo imaginar o que acontecerá depois do inicio da exploração de hidrocarbonetos na costa de Portugal... o que acontecerá à flora, à fauna  e ao meu coração português!
Fotografia tirada por mim em Aljezur

Não seja mero espectador

Envelhecimento da população pode pôr em causa as dádivas de sangue (Fonte: SIC notícias)


Do que está à espera? Não seja um mero espectador! Quem se vê numa situação de necessidade sabe a importância do que estou a falar. Não custa nada... é tão fácil!  Dirija-se ao serviço de sangue do hospital da sua zona de residência.

Fotografia tirada por mim no palco do Teatro Lethes em Faro


Mira

Olhe para além do horizonte...

o que para si é dado como garantido pode não ser para qualquer outro cidadão...

O valor de estar seguro?
De ter cuidados de saúde?
De ter a acesso à educação?
De ter liberdade para dizer o que pensa?

....olhe ... olhe bem...

participe, doe, faça...

seja ativo e não se conforme com a injustiça...

Sinta-se O cidadão isento, com visão genuína, transparente e transversal. Estabeleça prioridades, saiba perder...Seja  verdadeiramente feliz!

Fotografia tirada por mim em Aljezur