Avançar para o conteúdo principal

Conferencia "Cidadania para a sustentabilidade"

A conferência sob o tema “Cidadania para a Sustentabilidade” resulta da fusão entre dois grandes e reputados eventos: a Conferencia anual do Observatório Internacional de Democracia Participativa (OIDP),   e a V Conferência da GLOCAL, Pensar Global, Agir Local, juntando ao debate as questões da Agenda 21 e Sustentabilidade Local.
Em Cascais protagonizar-se-á, assim,  um importante debate em que se unem duas importantes temáticas para os dias de hoje: a Cidadania e a Sustentabilidade. A cidadania como instrumento para os cidadãos participarem na construção de um mundo mais sustentável e a sustentabilidade como desígnio político que devolve aos cidadãos os seus direitos de participação numa sociedade que olha para os seus recursos de forma responsável.
Técnicos e decisores de autarquias; agências de desenvolvimento; profissionais nas áreas de ambiente e desenvolvimento local; cidadãos ativos; movimentos de transição, estudantes e investigadores; entre outros, estão convidados para se associarem à conferência que dá conhecer as melhores práticas em matéria de democracia participativa e sustentabilidade, e fazer parte de um relevante debate sobre o papel destas temáticas na nossa sociedade e nos desafios atuais.





Mensagens populares deste blogue

Oil and gas in Portugal? No!

Não, não  consigo imaginar o que acontecerá depois do inicio da exploração de hidrocarbonetos na costa de Portugal... o que acontecerá à flora, à fauna  e ao meu coração português!
Fotografia tirada por mim em Aljezur

Não seja mero espectador

Envelhecimento da população pode pôr em causa as dádivas de sangue (Fonte: SIC notícias)


Do que está à espera? Não seja um mero espectador! Quem se vê numa situação de necessidade sabe a importância do que estou a falar. Não custa nada... é tão fácil!  Dirija-se ao serviço de sangue do hospital da sua zona de residência.

Fotografia tirada por mim no palco do Teatro Lethes em Faro


Mira

Olhe para além do horizonte...

o que para si é dado como garantido pode não ser para qualquer outro cidadão...

O valor de estar seguro?
De ter cuidados de saúde?
De ter a acesso à educação?
De ter liberdade para dizer o que pensa?

....olhe ... olhe bem...

participe, doe, faça...

seja ativo e não se conforme com a injustiça...

Sinta-se O cidadão isento, com visão genuína, transparente e transversal. Estabeleça prioridades, saiba perder...Seja  verdadeiramente feliz!

Fotografia tirada por mim em Aljezur