Avançar para o conteúdo principal

De que forma vai ser dinamizado em Portugal o “Ano Europeu dos Cidadãos”?

 

As ações a concretizar no âmbito do Ano Europeu da Cidadania, estão ainda em discussão, num esforço de fazer mais, melhor e com menos recursos possíveis, pois também a eficiência deve marcar a agenda de instituições que representam os interesses das populações. Porém, a Representação da Comissão Europeia em Portugal definiu já os objetivos centrais que estarão no horizonte das ações a desenvolver, e esses objetivos passam por:
  1. aumentar a sensibilização dos cidadãos para os seus direitos, nomeadamente o direito de residir livremente na União Europeia;
  2. estimular o debate sobre o impacto e o potencial do direito de livre circulação, em especial em termos de reforço da coesão;
  3. estimular a compreensão mútua e a participação ativa no processo de elaboração das políticas da União.

Locais onde os cidadãos portugueses podem obter informações sobre os seus direitos europeus.

Portugal dispõe de uma rede de Centros de Informação Europeia Europe Direct cuja função é justamente prestar informações e conselhos aos cidadãos sobre os direitos europeus que lhes estão atribuídos. Estando a Cidadania Europeia a ser assinalada, estes centros devem estar, mais do que nunca, preparados para responder aos cidadãos e conduzirem ao êxito deste Ano Europeu. Os Centros de Informação Europeia têm uma distribuição equilibrada pelo território nacional (Continente e arquipélagos), e a sua listagem completa, assim como a obtenção de informações adicionais, pode ser consultada através do sítio web: http://europa.eu/europedirect/index_pt.htm

Fonte: http://ec.europa.eu/portugal/temas/ano_europeu_cidadao/index_pt.htm

Mensagens populares deste blogue

Nascer Cidadão

Nascer Cidadão O projecto "Nascer Cidadão" permite registar os recém-nascidos imediatamente no próprio hospital ou maternidade logo após o nascimento perante funcionário do registo civil que para este efeito se desloca às unidades de saúde.

Sendo o nascimento declarado no hospital no posto de atendimento do nascer cidadão, não é necessária qualquer deslocação à conservatória do registo civil.

Para o registo de nascimento das crianças é necessário:
Escolher o nomeO nome é formado no máximo por dois nomes próprios e quatro apelidos.
- Os apelidos são os nomes de família.
- Sendo a criança estrangeira o seu nome será composto de acordo com a lei da sua nacionalidade. Escolher a naturalidadeFreguesia e concelho da maternidade, ouFreguesia e concelho da residência habitual da mãe.Apresentar os documentos de identificação dos pais sempre que possível.Após o registo de nascimento é entregue documento comprovativo do mesmo.O registo é gratuito. Fonte: http://www.irn.mj.pt/IRN/sections/ir…

A importância da multiplicação e divisão na Matemática

Não tanto devido à minha formação em gerontologia social, mas porque o trabalho destes colegas merece ser partilhado pelo mérito e excelência no papel que têm tido no quebrar de preconceitos e diminuição de tabus em relação aos mais velhos de nós, aqui vai foto editada por #portugueselily com muito muito orgulho! Parabéns pela extraordinária capacidade na inclusão de quem infelizmente,  pela sua natural  vulnerabilidade...é excluido.