Avançar para o conteúdo principal

As crianças - Cidadãs pequeninas



As crianças são cidadãos no seu estado mais puro.

"Que bom é ser criança!"...
 "as crianças não têm responsabilidades" ...
 "trabalho o dia todo e depois ainda  me pede  histórias! "...
" só birras, se eu fosse mãe,  eu logo lhe dizia como era!"...

Estas afirmações são de pessoas que se dizem boas cidadãs, mas que nem sempre são justas!

Existem muitos meninos e meninas, que desde cedo vivem sem tempo para crescer e brincar, dormir e relaxar, comer bem e sonhar!

É obrigatório, deixarmos de pensar que as crianças não têm maturidade para opinar sobre determinados assuntos. As crianças têm uma visão e uma simplicidade  que são necessárias para a concretização de sonhos.

Será que a nossa sociedade respeita estes seres/cidadãos verdadeiramente? Ou constantemente exijimos sem tréguas que sejam melhores, melhores e melhores?!

Oiçamos os nossos filhos!

Sugiro a leitura do seguinte artigo:



Mensagens populares deste blogue

Oil and gas in Portugal? No!

Não, não  consigo imaginar o que acontecerá depois do inicio da exploração de hidrocarbonetos na costa de Portugal... o que acontecerá à flora, à fauna  e ao meu coração português!
Fotografia tirada por mim em Aljezur

Não seja mero espectador

Envelhecimento da população pode pôr em causa as dádivas de sangue (Fonte: SIC notícias)


Do que está à espera? Não seja um mero espectador! Quem se vê numa situação de necessidade sabe a importância do que estou a falar. Não custa nada... é tão fácil!  Dirija-se ao serviço de sangue do hospital da sua zona de residência.

Fotografia tirada por mim no palco do Teatro Lethes em Faro


Mira

Olhe para além do horizonte...

o que para si é dado como garantido pode não ser para qualquer outro cidadão...

O valor de estar seguro?
De ter cuidados de saúde?
De ter a acesso à educação?
De ter liberdade para dizer o que pensa?

....olhe ... olhe bem...

participe, doe, faça...

seja ativo e não se conforme com a injustiça...

Sinta-se O cidadão isento, com visão genuína, transparente e transversal. Estabeleça prioridades, saiba perder...Seja  verdadeiramente feliz!

Fotografia tirada por mim em Aljezur